Se você é fã de romances e dramas, provavelmente já deve ter assistido ao #FilmeTitanic [VIDEO]‘, lançado em 1997. Ele foi um épico do #Cinema tendo o renomado James Cameron como diretor, e Leonardo DiCaprio e Kate Winslet como protagonistas.

O filme foi produzido baseado em fatos reais, contando relatos sobre o que aconteceu ao RMS #Titanic, um navio britânico operado pela White Star Line e construído pelos estaleiros da Harland and Wolff em Belfast, e que naufragou em 15 de abril de 1912.

De acordo com fatos relatados no final do filme, há uma cena em que Jack (Leonardo DiCaprio) e Rose (Kate Winslet [VIDEO]) estão na água esperando algum barco para resgatá-los.

Nesse momento, Rose está em um pedaço de madeira para não afundar, enquanto Jack fica ao lado dela dentro da água. No fim da cena, Jack morre ao afundar nas águas geladas do oceano.

Desde que o filme foi lançado, muitas críticas foram feitas com o argumento de que Rose poderia ter deixado seu amado subir na tábua para que os dois sobrevivessem. Mesmo depois de tanto tempo, ainda há especulações a respeito do assunto, inclusive, muitas teorias já foram criadas com o propósito de saber se era ou não possível o rapaz sobreviver ao naufrágio subindo na madeira.

Os Caçadores de Mitos Adam Savage e Jamie Hyneman buscaram respostas para as indagações dos telespectadores, de acordo com a ciência, e fizeram um experimento comprovando que a tábua em questão suportaria o peso do casal. Os rapazes criaram um plano que, se tivesse sido seguido pelos personagens, provavelmente Jack teria sobrevivido.

Veja o que os personagens deveriam ter feito:

Quando o diretor do filme foi questionado sobre o assunto, ele tentou justificar a morte de Jack e disse que se os personagens realizassem o método dos Caçadores de Mitos, o jovem não sobreviveria. Cameron disse ainda que a melhor forma de esperar a ajuda dos botes era tentar ficar com uma parte do corpo fora da água.

Os fãs não ficaram satisfeitos com a resposta do diretor e continuaram a procurar respostas mais convincentes. Em outra entrevista, desta vez para a ‘Vanity Fair’, o diretor abriu o jogo e revelou o verdadeiro motivo da morte do personagem no filme. James disse que a placa de madeira realmente caberia o casal, mas Jack deveria morrer para que a história tivesse sentido. Além disso, segundo o diretor, a morte do rapaz tornou o personagem mais cativante e causou mais emoção ao público. "Assim é a arte, as coisas acontecem por motivações artísticas, não físicas”, disse Cameron.

(Visto em Blasting News)