Um bapho daqueles envolvendo Kim Kardashian teve início na noite de segunda-feira, 14, e ainda rende dor de cabeça para a famosa. Tudo começou quando ela, como de costume, mostrava a linha de make em suas variadas formas no Snapchat usando o braço como mostruário de tonalidades e o blogueiro Jeffree Star criticou o método.

Ele disse: “Umm… Kim, o que está acontecendo com essa aplicação? Parece talco. Eu não sou fã de mostrar a maquiagem usando os dedos, mas terei que usá-la em meu rosto, para um veredito final, mas… não parece bom até agora“. Isso foi o suficiente para os fãs de Kim ficarem irados e começarem a atacar as redes de Jeffree. Durante as críticas, eles trouxeram de volta um episódio antigo, 12 anos atrás, em que o maquiador foi acusado de racismo e sobre o qual ele se desculpou.

Vendo todo o quiprocó, Kim resolveu pedir aos fãs para que deixassem a questão de lado e parassem de ofender Jeffree Star. “Eu entendo que é um negócio sério se você diz coisas raciais, mas eu acredito nas pessoas que mudam, e nas pessoas que se desculpam. Eu sei melhor do que qualquer um como é ruim trazerem seus erros do passado. Então deixe ele viver“, pediu Kim.

Foi aí que o caldo entornou e a fúria da web se voltou para ela. Alguns internautas a acusaram de defender um racista e cobraram uma postura mais dura dela com Jeffree.”Eu quero deixar uma última coisa clara, eu não defendo pessoas que são racistas e eu sou muito contra isso, mas se alguém afirma que mudou eu dou o benefício da dúvida e rezo a Deus para que a mudança seja real por causa dos meus filhos e dos meus amigos”, justificou a esposa de Kanye West

Na tarde de hoje, 15 de agosto, ela publicou novos vídeos no SnapChat se defendendo e deixando claro que racismo é algo que ela abomina. A gente também, Kim! A celebridade pediu mil desculpas, falou sobre evitar comentários/energia negativa e parecia abatida.

Nossa, que treta pesada, né? No Twitter alguns fãs zombaram da acusação e outros chamaram Kim de hipócrita – por ter defendido Jeffree e ser casada com um homem negro.

(Vimos em hugogloss.com)