ansiedade separacao bebe 0816 400x800

Proteger os bebês de mosquitos é, principalmente, pela preocupação em evitar o contato com o Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, a zika e a Chikungunya. Nesse sentido, a maioria dos produtos pode ser aplicada nas crianças, desde que elas não sejam menores de seis meses. A orientação aqui é a de seguir as instruções mencionadas nas embalagens apenas nas crianças com mais de 6 meses.

O que olhar no rótulo do repelente?

Produtos aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que contenham os princípios ativos DEET, icaridina e IR 3535 são permitidos para uso nas crianças acima de seis meses. É recomendado que os pais confiram as instruções na embalagem do produto para considerar o tempo de atuação, bem como as orientações para a faixa etária permitida.

Cada produto tem descrito na embalagem a recomendação de tempo de uso e a fase da infância permitida. No caso de aparecer qualquer tipo de reação alérgica ao uso de repelente, o mais indicado é procurar um pediatra ou serviço de emergência especializado em atendimento infantil.

Além disso, não é recomendada a associação de repelente com protetor solar para crianças. O indicado é aplicar o filtro solar somente 40 minutos depois de passar o repelente aconselhado para cada faixa etária. Jamais aplique o produto diretamente na mão da criança para que ela mesma o espalhe no corpo, e não passe nos olhos ou na boca.

Aplique o repelente na quantidade e nos intervalos recomendados pelo fabricante a, pelo menos, quatro centímetros de distância, caso seja em spray. Só não aplique próximo da boca, do nariz, dos olhos ou sobre a pele traumatizada. Assim que não for mais necessário, o repelente deve ser retirado no banho.

Como proteger bebês pequenos?

bebe na maternidade 22016 400x800

Para repelir insetos de bebês menores de 6 meses, o cuidado com o ambiente é fundamental. Entre as medidas a serem adotadas, os pais podem utilizar telas nas janelas e manter o terreno de casa sempre limpo. Também é recomendável ligar repelentes elétricos próximo a janelas.

No entanto, o uso de repelentes de tomada para crianças e adultos com problemas alérgicos, é contraindicado. Não use se seu filho apresentar alergia respiratória, pois ela será intensificada com o inseticida. O melhor é consultar o pediatra e verificar se ele autoriza o uso.

Os inseticidas em spray não devem ser usados, pois são mais tóxicos do que os de tomada. Se você tiver a opção, prefira usar o mosqueteiro de berço – também há modelos portátil ou de carrinho para prevenir o contato com mosquitos.

Outras sugestões de repelentes

(Vimos em vix.com)