A veterinária Kristen Lindsey, do Texas, nos EUA, foi condenada a ficar um ano afastada da profissão pela Texas Board of Veterinary Medical Examiners por crueldade após matar o gato de um de seus vizinhos com flecha. O assassinato teria acontecido porque o gato andava no entorno de sua casa.

Crueldade com gato

Além de matar o felino, que se chamava Tiger, ela ainda postou uma foto chocante em sua conta do Facebook. Nela, Kristen aparece segurando uma flecha presa na cabeça do gato já morto. Na legenda, ela escreveu: “Minha primeira morte com flecha…risos. O único bom gato selvagem é aquele com uma flecha na cabeça. Prêmio de veterinária do ano… felizmente aceito”.

Repúdio

Após a postagem, em abril de 2015, a veterinária foi demitida da clínica em que trabalhava e agora está impedida de exercer sua profissão. No Facebook, a clínica escreveu: “Nós estamos absolutamente chocados, tristes e revoltados com a conduta [de Kristen]”.

Além da suspensão, Kristen ficará em liberdade condicional por quatro anos. Ativistas de defesa dos animais criticaram a condenação por considerá-la branda demais.

O grupo Animal Legal Defense Fund afirmou em nota que “permitir que Lindsey continue exercendo a profissão de veterinária no futuro coloca animais da comunidade em grande risco e mancha o nome de veterinários confiáveis”.

Defesa

O site britânico Daily Mail reporta que o advogado de defesa de Kristen, Brian Bishop, afirmou durante o julgamento que sua cliente acreditava que o gato era feroz e que não é incomum as pessoas que vivem próximas à área rural no oeste de Houston matarem animais selvagens.

No julgamento, a acusada disse que ela e sua mãe receberam ameaças de morte após a publicação da foto.

Maus tratos aos animais

(Vimos em vix.com)