Pooh é um gato que morava pelas ruas da Bulgária quando foi encontrado sem as duas patas traseiras por uma senhora que o alimentou e o levou ao veterinário. De acordo a ONG Let’s Adopt, (Vamos Adotar, em português) o gatinho estava próximo a uma linha ferroviária e o mais provável é que ele tenha sido atropelado por um trem.

Gato ganha próteses após atropelamento

Após tratar e salvar o animalzinho, o veterinário Zlatinov decidiu tentar fazer com que o felino voltasse a andar. Para isso, foram colocadas próteses inovadoras em suas patinhas traseiras. Apesar de ainda estar em recuperação, o gato já consegue andar, brincar e até correr.

“Pooh recebeu suas próteses por meio de um método biônico muito inovador chamado próteses ITAP que foi criando pelo professor Noel Fitzpatrick em 2009, no Reino Unido”, revelou Vyara Mladenova, da Let’s Adopt.

Como são as próteses?

Para conseguir voltar a andar, Pooh precisou de dois tipos de próteses: as endoproteses (implantes integrados diretamente aos ossos) e exoproteses (“sapatos” que permitem que ele pise).

Seguno Vyara, os “sapatinhos” foram criados por uma empresa búlgara que é especializada em próteses veterinária, a Orthovet Medical.

Vida normal após acidente

Atualmente, o gatinho está se recuperando da sua mais recente cirurgia e morando temporariamente com voluntários da Let’s Adopt. As pessoas que já demonstraram interesse em adotar o felino estão sendo entrevistadas pela ONG.

“Ele se sente perfeitamente confortável com suas novas pernas biônicas. Esperamos que ele tenha um lar definitivo em breve”, comenta a Vyara.

Animais deficientes

(Vimos em vix.com)